Quis

 

O “oi” curricular foi falado e todas aquelas amenidades suaves, via telefone, foram faladas. No intervalo daquele telefonema, várias vontades se sufocaram.

Quis te trazer pra perto de mim. Te devorar. Quis tirar tua dor. Te causar dor. Quis te alimentar. Ou fugir daqui. Quis não prestar atenção. Berrar. Quis te chacoalhar. Parar a voz monótona. Minha. Tua. Quis salvar o vazio. Preencher a plenitude. Quis silenciar. Desligar. Quis entender. Mandar-te à merda. Perder a paciência. Quis respirar profundamente. Cuidar de ti. Te odiar. Te amar. Quis não estar cansada. Ser entendida. Quis ser. Tua. Puta. Mulher. Menina. Tua. Quis. Quis ter. Te ter. Era tanto quis pra tão pouco impulso telefônico. Ou era telefone demais. Quis deitar ao teu lado, quase casta. Pra acordar sôfrega de vontades e saciá-las. Quis demais. Já queria de menos. Quis rasgar entre as pernas pra mostrar o que me fazias. Quis dilacerar o peito, com serras picotantes, pra mostrar o coração. Silenciar. Por hoje. Pra sempre. Falei. Quis falar.

Então, quis a limonada ácida, apenas. Descia a me azedar o já perdido. Talvez colocar mais açúcar. Escutei as pedras de gelo a se debater enquanto entornava o líquido. O frio dele. O calor da minha boca. Ouvi a voz ao longe. Longe demais. Desligo a TV? Desisto das redes sociais? Desligo o email? Ignoro as imagens, os sons, os cheiros? Todos virtuais. Quase reais.

Quis deitar. Quis desligar. Calei.

Então voltei ao tempo regulamentar, cheio de delicadezas. “Falamos. Beijo.” E se desliga. Porque sou assim cheia desses quis. Fortes. Crus. Irritadiços. Emocionais. Sensíveis demais. O quis vencia quase sempre. O quis anda perdendo demais. Vai ver, amadureci. Vai ver, me perdi. Mas, que se saiba: eu quis.

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

26 Comentários

  1. Samuel Rubens

     /  12/12/2011

    Se eu gosto de Você? Amo, Amo. Amo, Amo, Amo… Você é tudo pra mim, Sita

    Responder
  2. Samuel Rubens Uzun

     /  12/12/2011

    Escreva um texto novo, Amor, Você é dez. Eu gosto tanto de Você, Sita. Te Amo, Amor

    Responder
  3. Samuel Rubens

     /  09/12/2011

    Você excluiu os comentários… magoei. Você não sabe o quanto eu gosto de Você, Sita

    Responder
  4. Samuel Rubens

     /  09/12/2011

    Vi agora- : “E se eu sou a nova patroa (é), não efetuarei pagamentos porque sou linda” -Amor, já estamos nos entendendo!”. É claro que não é só porque Você é linda

    Responder
  5. Samuel Rubens

     /  09/12/2011

    Cadê Você, Amor?

    Responder
  6. Túlio Martinez

     /  06/12/2011

    Depois de todos os comentários fico só calado, mesmo… assim como fiquei qdo terminei a leitura. UAU!

    Responder
  7. Quis deixar um comentário despretensioso, tímido até. Escondido entre vivas e hurras. Ficou ali enfeitando o cantinho calado, fazendo número.
    Mas olhando com olhos grandes e curiosos o fervor que você causou.
    Adorei o texto, que faz um atalho longo pela mente esperta mas que quer e consegue chegar ali naquele local do peito onde a gente pensa que estão as emoções: O coração.
    Beijão do @JGMaciel pra vc.

    Responder
  8. edileneruth

     /  05/12/2011

    Hora de deixar o “quis” e conjugar o “quero”.
    Intenso, adorei!!
    Beijo, beijo!!

    Responder
  9. Samuel

     /  05/12/2011

    Eu não serei patrocinado…, e no entanto tenho agora uma nova patroa. Lindo, linda!

    Responder
    • Meu amigo, não tenho ideia do que você quis dizer “com não será patrocinado”. E se eu sou a nova patroa, não efetuarei pagamentos porque sou linda AND pobre hahahaha

      Responder
  10. Só faltou dizer que quis fumar um maço de cigarros inteiro, mesmo tendo largado o vício! Mas de minha parte, foi a necessidade que me veio, ao ler e reler “Quis”. Parabéns!

    Responder
  11. Rebeca

     /  05/12/2011

    O duro é essa p%#* de verbo no passado… Curti demais o texto!

    Responder
  12. Quis. Passou. Mudou. O tempo verbal. O objeto do querer. Agora, deseje.

    Responder
  13. Meus verbos de querer, eu conjugo no presente.

    Quero.

    Responder
  14. Carlos

     /  05/12/2011

    Muito bom, parabéns pela sua sensibilidade!
    @carlos_wt

    Responder
  15. Cris

     /  05/12/2011

    Este tal de tempo passado sempre nos leva às armadilhas do querer. Belo texto.

    Responder
  16. Nossa!! Profundos sentimentos. Amei!

    Responder
  17. Márcio

     /  05/12/2011

    Bom texto, Cris! Como tudo que tu escreve!

    Beiços!!

    Responder
  18. Adorei tudo, especialmente o arremate final.
    Ainda bem que você quis escrever. ^^

    @flahqueiroz

    Responder
  19. Paula

     /  05/12/2011

    Que texto maravilhoso… quanta descrição de um sentimento de minutos, talvez segundos… mas muito bem descritos num texto forte, lindo e amplo de significados.

    Responder
  20. Lindo texto! parabéns esses !Quis” realmente são terríveis!

    Responder
  21. Texto altamente sensorial, ora visceral, ora sutil..um “roller-coaster” de coração e alma..parabéns, moça!!!!!

    Responder
  22. Adorei!!!
    Esses ‘quis’ são fogo!!
    Beijocas e obrigada por compartilhar…
    @carlafloresadv

    Responder
  23. Amanda Souza

     /  04/12/2011

    É. O problema do “quis” é que ele é “quis”. Não é “quero”, tampouco “quererei”. Acaba. Fim.

    Responder
  24. quanto sentimento, fazia tempo que nao lia texto com tanto sentimento, tanta senbilidade.
    gostei muito da forma que escreve…
    um beijo

    Responder

Conta pra mim aqui --->

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  • Enquanto isso, no Twitter:

    • RT @nilsenne: Anjos viram demônios desde o início dos tempos, não se espante com as pessoas 1 hour ago
    • Me tornei aquilo que temia: a pessoa que diz no-meu-tempo-não-era-assim Hahahahaha 1 hour ago
    • RT @ThatuNunes: Atenção, pais de crianças entre 1 e 5 anos, mesmo as que já foram vacinadas, hoje é o DIA D. Leve-as ao posto de saúde mai… 1 hour ago
    • Meus pais tem alguns costumes conservadores, mas eu olho e vejo que nem tanto. Meu pai fala que eles não davam fals… twitter.com/i/web/status/1… 2 hours ago
  • O que saiu da cabeça por último

  • Tudo que já rolou:

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

    Junte-se a 20 outros seguidores

  • Anúncios
%d blogueiros gostam disto: