Amanda

Hoje é aniversário da Amanda. Essa fulana que ocupa um espaço enorme no meu coração. Quando eu a conheci, já a conhecia, de fato. Certeza. Foi empatia ao primeiro minuto. Uma meninona velha de alma. Ela tem idade pra ser minha filha, se eu fosse, assim, digamos, precoce, mas às vezes, é mais velha que eu. Uma ranzinza difícil, orgulhosa e briguenta. Crítica e auto crítica, ao extremo. Uma perfeccionista de marca maior. Uma durona. E ai que eu conto pra você o outro lado. Ela é muito, mas muito durona, mesmo. Ela aguenta uns trancos bestas da vida, achando que nem pode preocupar a você, ai, ou a mim, aqui. Tem um coração daqueles imensos e exagerados. É daquelas pessoas que iluminam um lugar com o sorriso imenso, quando ele se abre. Que entende de música uma enormidade. É daquele tipo que você não conhece pessoa sã que não goste. Do tipo que toda a gente tem algo divertido pra contar – é que ela carrega essa desgraça de pecha de engraçada. Companhia boa pra beber – pros outros, porque eu não consigo acompanhar, nunca. Tem aquelas sinceridades pouco sutis, mas que de vez em quando são necessárias. Sabe, não se engane. Amanda é uma menina. Amanda é uma careta. É louca. É uma certinha. Amanda gosta de cor de rosa e de florzinha. Um cristal. Um doce. É uma romântica, cujo GPS engraçadinho, a rota da vida corrigiu. Amanda é um ser humano da melhor estirpe. É minha irmã de alma. Amanda é amada. Se você como eu, teve o prazer de cruzar essa moça, abra bem seus olhos. Essa moça não se lê em meia hora. São precisos pequenos minutos cotidianos e cuidadosos, por toda uma vida, pra ir entendendo. Eu sai na frente. A gente se conheceu em outra vida.

Amanda, feliz aniversário. Pra você: tudo. Sons, cheiros, viagens, gostos, amigos, amores, ventos, canções, areia, a brisa, o mar, a grama, o cachorro, a apple, os esmaltes, o riso, o sorriso, a cachaça, o sono, a preguiça, o caminhar, a rede, a piscina, o pão, a mortadela, o feijão, o arroz, o cáviar, o foie gras, paris, ny, champagne, melissas, lacinhos, flores, brincos, colares, axés, batuques, capoeiras, rodas, saias, barbas, poesias, livros, prosas, filmes, cinema, teatro, intuições, incensos, vibrações, paz. Pra você: o mundo. Te amo.

 

IMG_0467

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Conta pra mim aqui --->

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  • Enquanto isso, no Twitter:

    • RT @tdbem: reclamar do calor no tuiter é chato mas considerando q humanos já sacrificaram gente pra negociar o clima c deuses fazer drama a… 9 hours ago
    • Ain que delícia ter 86 anos e poder deitar e dormir, sem nenhum remorso. Hahahah 12 hours ago
    • RT @belpetit: Cada vez mais tenho uma certeza na vida: a gente nunca sabe de verdade o que o outro tá passando. Não importa o nível de inti… 12 hours ago
    • RT @sacakura: UTILIDADE PÚBLICA! Segue abaixo um compilado de fotos para desmarcar compromissos: https://t.co/4xXHJl43sO 13 hours ago
  • O que saiu da cabeça por último

  • Tudo que já rolou:

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

    Junte-se a 19 outros seguidores

  • Anúncios
%d blogueiros gostam disto: